Instituto Agronelli oferece coleta gratuita de lâmpadas para pessoas físicas

A parceria com a Reciclus é voltada para pessoas físicas e tende a estimular a população a fazer o descarte de lâmpadas usadas com coleta segura, transporte e destinação correta.

O Instituto Agronelli de Desenvolvimento Social (IADES) acaba de se tornar um ponto de coleta homologado da Reciclus, entidade sem fins lucrativos, gestora da Logística Reversa de Lâmpadas no Brasil.

Seguindo as determinações da Lei nº 12.305/2010, que institui a Política Nacional de Resíduos Sólidos, o projeto prevê a coleta, transporte e descarte correto de lâmpadas e outros produtos de iluminação descartados.

O contrato de comodato, firmado em abril, é uma grande conquista do IADES para a população uberabense e de toda a região. O Instituto que atua na coleta de resíduos nocivos ao meio ambiente há mais de duas décadas, vem firmando o seu compromisso com a sociedade em defesa da preservação da natureza, visando melhor qualidade de vida para as próximas gerações.

O coletor da Reciclus foi projetado para o descarte de lâmpadas compactas e tubulares e não tem custos aos consumidores. O que, para Marizelia Costa, Técnica de Projetos e Coordenadora das Ações Ambientais do Instituto Agronelli, deve estimular a conscientização da população para o descarte correto. “O Instituto já recebia o material, porém, com altos custos para o envio, de forma segura aos recicladores. Diante disso, havia o custo de R$ 1 por lâmpada descartada e agora passa a ser totalmente gratuito para pessoas físicas. A intenção é aumentarmos consideravelmente o número de lâmpadas recebidase, consequentemente, retirar do lixo comum um material tão prejudicial ao meio ambiente”.

O programa é destinado para pessoas físicas. O Instituto Agronelli desenvolve com empresas de diversos segmentos em Uberaba, o Projeto Empresas Ligadas, que tem o mesmo objetivo de dar a destinação correta para este tipo de material. Na última edição, o Projeto contou com a participação de 14 empresas, resultando no descarte de 3.348 lâmpadas fluorescentes.

O principal objetivo da logística reversa é a gestão e a distribuição do material descartado, tornando possível o retorno de bens ou materiais constituintes ao ciclo produtivo agregando valor econômico, ecológico, legal e de localização ao negócio e, desde 2017, o Instituto Agronelli busca parcerias para a efetivação do programa.

As lâmpadas fluorescentes são consideradas resíduos perigosos por conterem em sua composição mercúrio, um metal pesado, a forma como são eliminadas e o consequente vazamento de seus componentes tóxicos contaminam o solo, os cursosd’águaeo lençol freático, atingindo a flora e a fauna. Através da cadeia alimentar, essas substâncias chegam, de forma acumulada, não sendo somente prejudicial ao meio ambiente, mas também à saúde humana.

A parceria com a Reciclus deve ser amplamente divulgada durante a Semana Nacional do Meio Ambiente, Marizelia explica que dois pontos favorecem o descarte incorreto: o primeiro se dá pelo fato da logística reversa ainda não ter sido efetivada em todos os seguimentos, o segundo, por causa do desconhecimento das pessoas sobre os danos que o descarte incorreto causa à saúde e ao meio ambiente. “Muitas vezes nos deparamos com resíduos jogados dentro de caçambas, em terrenos baldios e vias públicas. O que tornam as campanhas de sensibilização tão necessárias. Vamos trabalhar firme na divulgação desta parceria com a Reciclus para atingirmos o maior número de pessoas e, com isso, garantir bons resultados quanto à destinação correta destes materiais”.

  • Serviço: Instituto Agronelli de Desenvolvimento Social
  • Endereço: Av. Randolfo Borges Júnior, 1900 - Parque Tecnológico - Univerdecidade
  • Horário de recebimento: segunda ou sexta-feira, das 8h às 17h
  • Informações: (34) 3313-0770 | Whatsapp: (34) 99884-9324
  • E-mail: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.
  • Protagonismo juvenil é tema de projeto estadual em Uberaba

    Uberaba é um dos municípios contemplados com o projeto “Por Oportunidades e Direitos agora!” A execução do projeto se dá através da parceria entre a Frente de Defesa dos Direitos da Criança e do Adolescente de Minas Gerais e o Instituto Agronelli de Desenvolvimento Social-IADES. O objetivo do projeto é contribuir para maior participação de adolescentes e jovens na elaboração de políticas públicas e incidência no orçamento municipal e ampliação de recursos públicos para a implementação de programas e ações para a adolescência e a juventude. A ação envolve a participação de 100 adolescentes e jovens entre 14 e 29 anos de 10 municípios de Minas Gerais: Sete Lagoas, Belo Horizonte, Juiz de Fora, Pedra Azul, Medina, Itaobim, Montes Claros, Governador Valadares, Poços de Caldas e Uberaba. Em Uberaba dez adolescentes passarão por capacitação para a construção de propostas de política municipal com base nos seus sonhos e projetos de vida e na incidência dessas propostas no orçamento municipal. A coordenadora do IADES Mariângela Camargos explica que a parceria para execução desse projeto em Uberaba fortalece o protagonismo juvenil como como forma de incidência cidadã na sociedade. Uma educadora local também é capacitada para fazer a mobilização dos adolescentes e promover os encontros de capacitação. Os temas abrangem direitos humanos, direitos de crianças, adolescentes e jovens; participação; sonhos e projetos de vida; levantamento de políticas públicas; elaboração de planos municipais; noções sobre orçamento público e incidência nas peças orçamentárias. O projeto adaptado para a versão virtual será executado em 12 meses com recursos da União através de um Termo de Fomento entre o Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos e a Frente (Sociedade Mineira de Defesa dos Direitos da Criança e do Adolescente) e tem como articulador local o Instituto Agronelli de Desenvolvimento Social e apoio da Prefeitura de Uberaba. No final será feita articulação junto aos vereadores e gestores para apresentação do Plano Municipal e negociação para a inclusão das propostas nas leis orçamentárias municipais.

    Instituto Agronelli apoia atividades virtuais para autistas

    Adaptado para tempos de pandemia, o Projeto “Artismo na Web”, parceria da Fundação Cultural Professor Antônio Carlos Marques, financiado pela Lei Aldir Blanc contempla crianças e adolescentes autistas de Uberaba e região. O atendimento iniciado em janeiro/2021 é realizado através de oficinas virtuais em duas modalidades: a oficina de colorir e a de contação de histórias e fantoche.

    Leia mais...
    Os cookies nos permitem fornecer funcionalidades como segurança, gerenciamento de rede e acessibilidade. Eles melhoram a usabilidade e o desempenho por meio de vários recursos, como reconhecimento de idioma, resultados de pesquisa e, assim, melhoram o que oferecemos a você. Nosso site utiliza de cookies de terceiros, por exemplo, Youtube e Google, e eles geram publicidades mais relevantes para você. Ao clicar nos botões você pode aceitar os cookies que utilizamos no nosso site que são os de armazenagem de seus dados preenchidos. Porém se quiser saber mais sobre os cookies que usamos, acesse nosso