Grupo Agronelli faz doação de 65 câmeras web para videoconferências

O grupo Agronelli entregou no último dia 25 de junho a doação de 65 câmeras web ao juiz Fabiano Garcia Veronez, da Comarca de Uberaba (Triângulo Mineiro), o que vai viabilizar a expansão de videoconferências em Minas, com a consequente economia de recursos públicos e maior segurança. Parte dos equipamentos ficará na cidade e o restante será distribuído entre comarcas mineiras interessadas na iniciativa.

A entrega foi realizada pela técnica de Desenvolvimento de Projetos do Instituto Agronelli de Desenvolvimento Social, Marizélia Costa, e o técnico de Gestão de Tecnologia da Nelltech, Rafael Cruz. A doação foi feita em razão da falta de uso dos equipamentos, que agora serão instaladas nas salas da comarca com capacidade para até duas videoconferências, simultaneamente.

Para o juiz Fabiano Garcia Veronez, “a doação do grupo é de grande valia para a expansão das videoconferências pelo Estado, gerando economia para os cofres públicos e garantindo a ordem pública, evitando o deslocamento de detentos”. O grupo já é parceiro do Judiciário local e recebe o lixo eletrônico, descartando corretamente o material.

Ainda segundo o magistrado, parte do material ficará na própria comarca e o restante será destinado a outras que queiram implantar a videoconferência e necessitem do equipamento, como Conceição das Alagoas e Carmo do Paranaíba. Aquelas que tiverem interesse em receber o material devem entrar em contato com a administração do Fórum de Uberaba.

Para a técnica Marizélia, “é fundamental contribuir, não somente com a comarca de Uberaba mas da região, assim, fazendo parte do processo de economia, segurança da comunidade e logística que a doação dessas câmeras irão viabilizar.”

Segundo o técnico da Nelltech Rafael, “é muito bom ver essa iniciativa por parte dos magistrados em querer usar a tecnologia a seu favor. Acredito que com o tempo poderemos ver esse custo que era gasto com a logística de presidiários, por exemplo, se revertendo em benefícios à população.”

As salas de videoconferência, de acordo com o juiz Fabiano Veronez, auxiliam ainda outros estados da federação que tenham interesse em colher depoimentos e interrogatório por meio da ferramenta, gerando assim celeridade processual, economia e segurança.